ESCOLA NORDESTE > LISTAR NOTÍCIAS > CURITIBA (PR): SERVIDORES TÊM ASSEMBLEIA DECISIVA NA SEGUNDA-FEIRA (24)

Curitiba (PR): Servidores têm assembleia decisiva na segunda-feira (24)

21/04/2017

Servidores municipais de Curitiba decidem sua adesão à Greve Geral de 28/04

Escrito por: CNTE e Sismuc

Na próxima segunda-feira (24), os servidores municipais de Curitiba se reúnem em assembleia para definir a adesão à greve nacional do dia 28 de abril e avaliar o início de uma greve geral do conjunto do funcionalismo contra o pacotaço do prefeito Rafael Greca que retira direitos. A assembleia unificada acontece no Paraná Clube (Av. Pres. Kennedy, 2377) às 19h.

O pacotaço ameaça os direitos dos servidores, como a licença-prêmio, planos de carreira, 13º salário, previdência e reajuste da data-base. Nacionalmente, os trabalhadores enfrentam ainda a ameaça de retirada de direitos historicamente conquistados com a lei da terceirização irrestrita e com as reformas da Previdência e Trabalhista.

Para impedir toda essa retirada de direitos, é preciso unir o conjunto dos trabalhadores em uma grande Greve Geral! 28 de abril será mais um dia decisivo para parar todos os locais de trabalho e mostrar que a classe trabalhadora em Curitiba e no resto do país não aceitará qualquer ameaça de retirada de direitos!

Assembleia unificada dos servidores de Curitiba

A convocação de uma assembleia geral do funcionalismo público foi aprovada na última assembleia do magistério, no dia 30 de março. A categoria decidiu que a construção de uma mobilização unificada é a única forma de barrar o pacote de ajuste fiscal imposto pelo prefeito Rafael Greca.

Os 12 projetos que compõem o pacotaço estão na fase de análise da Procuradoria Jurídica da Câmara Municipal e ainda não há uma data definida para a votação no plenário. Até o dia 24, data da nossa assembleia unificada, teremos uma previsão do calendário de tramitação dos projetos.

Os servidores representados pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc) tinham indicativo de greve aprovado para o dia 18, mas reavaliaram a data em assembleia ontem. Em prol da unidade, estarão conosco na assembleia geral de todo o funcionalismo municipal no dia 24 de abril.

É com esse clima de unidade em defesa de nossos direitos que construiremos uma grande Greve Geral dos servidores municipais de Curitiba. Vamos nos manter mobilizados para pressionar os vereadores e barrar qualquer tentativa de retirada de direitos!

Além do Sismuc, podem aderir à Greve Geral do dia 28: o Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac), o Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (Sigmuc) e a Associação dos Funcionários Técnicos em Tributação da Prefeitura de Curitiba (Afisc Sindical). Se todas as categorias entrarem em greve, mais de 40 mil servidores deixarão de trabalhar no dia 28 em Curitiba.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

RÁDIO CUT
FACEBOOK TWITTER FNDC

Escola de Formação Nordeste