ESCOLA NORDESTE > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > OFICINA DE PREPARAÇÃO DO PROJETO JUVENTUDE DA CUT EM AÇÃO ACONTECEU EM BELO HORIZONTE

Oficina de preparação do Projeto Juventude da CUT em Ação aconteceu em Belo Horizonte

17/09/2013

Escola Nordeste, através de Paulo Bezerra, coordenador de formação, e dos educadores Emanoel Sobrinho e Marco Levay, participou ativamente da Oficina.

Escrito por: Emanoel Sobrinho e Marco Levay, Educadores da Escola NE da CUT

 

Avançar na organização da juventude CUTista por meio da formação de jovens dirigentes e militantes sindicais, eis o principal objetivo do “Projeto Juventude da CUT em Ação”, que integra a estratégia da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ)da Central Única. Para alcance desse objetivo, as Secretarias Nacionais de Juventude e Formação reuniram coordenadores e educadores das Escolas Sindicais e secretários/as de juventude das Estaduais da CUT, entre os dias 11 e 13 de setembro, na Escola 7 de outubro, em Belo Horizonte-MG.

A problematização sobre o conceito de juventude abriu a Oficina de preparação do Projeto Juventude da CUT em Ação, no dia 11. Para o professor Geraldo Leão, Faculdade de Educação e do Observatório da Juventude da UFMG, palestrante convidado, a juventude é uma construção histórico-social da modernidade que perpassa por um processo social de “reinvenção”.

Tal processo de “reinvenção” deve considerar a condição juvenil brasileira num contexto marcado pela inserção precária no mundo do trabalho e pelo forte apelo à individuação, que atribui ao indivíduo jovem o papel exclusivo na obtenção de “sucesso” no projeto de vida, afirmou Geraldo. Ele ainda apontou pistas para a construção de uma pedagogia da juventude, cujos princípios evidenciam identidade com a concepção metodológica e Política Nacional de Formação da CUT, como apontou o debate realizado.

Mesmo assim, o desafio de formar jovens dirigentes e militantes sindicais não é uma tarefa fácil. Alfredo Santos Jr., secretário nacional de juventude da CUT, ao apresentar a estratégia da SNJ, enfatizou a formação da juventude CUTista como uma das ações prioritárias da CUT para o período de 2013-2015. Segundo Alfredo, pretende-se que essa formação alcance mais de 2 mil jovens trabalhadores/as no Brasil e contribua para a conquistas de direitos no campo das políticas públicas, sobretudo para a juventude rural, e nas negociações coletivas entre sindicatos e patrões, potencializando, assim, a Jornada da Juventude da CUT.

Não se está partindo do zero. Os acúmulos do Projeto Promoção da Juventude Sindical foram resgatados por Adriano Soares, assessor da Secretaria Nacional de Formação da CUT (SNF). Trata-se de uma iniciativa conjunta, CUT e central sindical alemã – DGB, implementada entre 2005 e 2010, cujos resultados contribuíram para inserção de jovens dirigentes em cargos estratégicos das instâncias CUTistas, fortalecimento do Coletivo Nacional da Juventude e a criação da SNJ da CUT.

Para unificar a experiência e renovação do sindicalismo CUTista, o Projeto “Juventude da CUT em Ação” se propõe a atuar em duas dimensões complementares. A primeira, na formação de jovens dirigentes formadores (FJDF) com o apoio das Escolas Sindicais da CUT nas regiões. A Escola Nordeste da CUT terá três turmas sub-regionais com 18 jovens dirigentes sindicais, contemplando as Estaduais e Ramos da CUT dos nove estados da região. Por sua vez, esses 54 dirigentes serão responsáveis por desenvolver nos seus estados um processo de formação para turmas de novas lideranças sindicais da juventude (FJL).

A oficina de preparação do Projeto traçou o percurso formativo do FJDF. Martinho da Conceição, coordenador geral da SNF, mediou o debate e sistematização das propostas para a formação dos/as dirigentes formadores. Serão três etapas modulares, que situarão os/as jovens formadores acerca da estratégia organizativa da CUT, dos desafios da juventude na sociedade e mundo do trabalho e da concepção metodológica da formação CUTista, visando dar consistência ao trabalho de base a ser desenvolvido nos estados junto às juventudes trabalhadoras.

Para Paulo Bezerra, coordenador de formação da Escola NE da CUT, o Projeto responde aos anseios da juventude que se organiza no interior da Central Única e dará uma relevante contribuição para a continuidade e renovação das lutas da CUT, num momento em que ela completa 30 anos à frente dos enfrentamentos da classe trabalhadora no Brasil e no mundo.

José Celestino Lourenço (Tino), secretário nacional de formação da CUT, reforçou o compromisso da Central com o Projeto e o papel estratégico que as Escolas Sindicais CUTistas devem cumprir para a implementação e acompanhamento pedagógico das ações formativas com a juventude nas regiões do Brasil.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Senadora Gleisi Hoffmann fala sobre a campanha
Senadora Gleisi Hoffmann fala sobre a campanha "Anula Reforma"

http://anulareforma.cut.org.br

RÁDIO CUT
banner lat 20 ano FACEBOOK TWITTER

Escola de Formação Nordeste